Arquivo mensais:novembro 2017

Processo de Leitura de código de barras

Symbol DS4308

A leitura do código de barras é feita por um Leitor de Código de Barras, que pode ser no formato Pistola, Fixo (igual aos dos mercados) e de Mesa com uma Fenda (onde o papel passará na fenda para a leitura). A obtenção do melhor leitor irá depender de diversos fatores como tipo do comércio, densidade de leitura, capacidade de codificação, velocidade e etc.

A decodificação de um código é feita quando o leitor inscide sobre o código um laser, lendo assim as informações estruturais do código de barras. Após isso, o leitor irá transformar a representação gráfica em numérica, esta que será necessaria para dar entrada no sistema. Um código de barras assim como os EAN/UPC possuí uma estrutura formada basicamente de 4 etapas, assim como indicado abaixo:

  • Barra Escura – Responsável por absorver a luz (Espaçamento entre a informação refletida)
  • Barra Clara  – Quando incide a luz do laser será refletida para o leitor mostrando seu posicionamento e sua largura.
  • Separadores – Indicam as extremidades do código e o sentido de leitura.
  • Módulos – É uma espécie de unidade mínima do código. Trata-se do elemento mais estreito – tudo o que compõe o código de barras será múltiplo de seu tamanho.

Além disso, os códigos também são compostos de caracteres (cada letra ou número codificado), densidade (relação entre módulos e caracteres) e os sinais de enquadramento (área retangular com todos os elementos do código) tudo isso dependendo do tipo de código de barras utilizado.

Leitores de Código de Barras

Os leitores são capazes de interpretar e enviar as informações dos códigos para um computador. Como há diferentes tipos de códigos barras, também existem diferentes modelos de leitores. Os mais utilizados hoje são CCD, Laser e Imager – leia mais sobre cada modelo abaixo. A capacidade de leitura varia de acordo com a tecnologia e especificidades de cada leitor que podem ser apresentados nos manuais e/ou dados técnicos dependendo do fabricante.

Alguns códigos de barras são bastante específicos e exigem um leitor compatível para a leitura. É o caso das Notas Fiscais Eletrônicas (Danfe) –  em que os códigos são  do tipo GS1-128 com 44 caracteres. Por serem um pouco mais extensos, apenas leitores a laser são indicados, como o Elgin QuickScan QW2100. Para os códigos compactos, como os impressos nas embalagens dos produtos de supermercado, um leitor omnidirecional, como o Honeywell Solaris MS 7820, pode fazer a leitura com eficiência. Os códigos bidimensionais – 2D (QR Code) também exigem um modelo de leitor adaptado a essa função e estão cada vez mais frequentes por serem capazes de armazenar mais informações. O modelo DS4308 da Symbol pode fazer esse tipo de leitura.